<$BlogRSDURL$>

quarta-feira, março 31, 2004

Ganhamos duas

Não é sempre que isso acontece, mas podem acreditar! O Rio ganhou esta semana duas disputas com São Paulo. O Campeonato Mundial de Bicicross e a 8ª Feira Mundial de Logística, quer queiram, quer não queiram, serão no Riocentro. O primeiro evento, em dezembro, o outro, em janeiro.

Esse tipo de briga com os paulistas é salutar. Significa que milhares de homens de negócios e esportistas e milhões de dólares virão para a cidade que tem no turismo uma de suas principais fontes de renda.


Aliás, o Riocentro acaba de bater o martelo: em cinco meses, no máximo, estarão funcionando em seus domínios um moderno ginásio de três mil metros quadrados para a prática de ginástica olímpica e o maior centro de tênis do País, com 23 quadras.


Essas estruturas servirão não só para o Jogos Pan-Americanos de 2007, mas também para hospedarem a Copa Davis e o Open Master. E o melhor de tudo: serão construídas com recursos do próprio Riocentro. O Rio merece!



Matéria publicada no Jornal O Dia, na coluna de Arnaldo César, Informe do Dia


terça-feira, março 30, 2004

Sobre o Post Anterior


A leitura abaixo é importante para relembrar tres regras básicas

PODER É PARA SER USADO (bem usado ,mas tem que ser usado)
AUTORIDADE É PARA SER EXERCIDA
E DECISÃO É PARA SER TOMADA

São essas regras que fazem a diferença entre fazer POLITICA e fazer POLITICAGEM



Cleiton Rodrigues


Tem algum poder? Respeite-o

A pessoa é promovida a um cargo de comando. É hora de aprender a lidar com o poder, que traz possibilidade de realização mas também responsabilidade. O primeiro ponto: não se furte a exercer o poder, se estiver em cargo de comando.


Algumas pessoas têm dificuldade em assumir o poder, seja devido à baixa auto-estima ou baixa auto-confiança, seja porque têm uma visão negativa
do poder, consideram-no algo injusto ou inapropriado - naturalmente, uma visão inadequada. Ao ocupar o cargo e não usar o poder, o indivíduo provoca ansiedade e estresse no grupo, porque deixa de dar a tônica do processo social que é fundamental para o bom funcionamento do grupo.


O segundo ponto: use o poder com sabedoria, sem caprichos, sem parcialidades, de modo justo, firme e democrático. Quando se usa o poder como um instrumento de realização pessoal, seja por capricho, vaidade ou interesse, chega-se facilmente à arrogância, à prepotência, à tirania, ao desmando. Então, o poder torna-se disfuncional, isto é, em vez de contribuir para a realização dos objetivos legítimos da organização, ele passa a atrapalhar sua realização. Torna-se vulnerável e os efeitos nocivos usualmente cedo ou tarde voltam-se contra aquele que o tendo, não soube usar.



Enviado por Luiz Felipe


segunda-feira, março 29, 2004

Palestra do Prefeito Cesar Maia


Palestra sobre Gestão Pública em um Sistema Aberto - Cesar Maia - Dalila Brito

Amanhã, 30 de março, as 20:00

Universidade Veiga de Almeida - End.: Rua Felicíssimo Cardoso, 500 ( Ref.: dentro do Clube Marapendi - em frente ao Barra Shopping).


Preocupação com o Social

A Prefeitura do Rio de Janeiro, em mais uma demonstração de sensibilidade com os graves problemas sociais e preocupada com as dificuldades que afetam milhares de portadores de deficiência física que, em uma luta desigual para conseguir se inserir no mercado de trabalho, e conseguir conseqüente melhora na qualidade de vida sua e de sua família tem encontrado e passado por dificuldades de toda sorte.

Sensível a esta situação, a Prefeitura do Rio de Janeiro implantou e já está em funcionamento o primeiro laboratório de informática específico para atender a essas pessoas especiais, inicialmente são dez computadores, e será ministrada aulas teóricas e praticas sobre os programas: Windows, Word e ainda navegar na internet, sendo que após o curso os alunos terão dois computadores a sua disposição para continuar praticando, os moradores das comunidades próximas também poderão praticar.

Com este treinamento ficará muito mais fácil ao deficiente físico conseguir se inserir no mercado de trabalho, esta idéia certamente só poderia partir de um
governo preocupado com o social em várias vertentes, e que busca alcançar igualmente a toda sociedade.


Wildember Cotts.


sábado, março 27, 2004

Combate à Criminalidade no Rio de Janeiro

Entrevista do Prefeito Cesar Maia à agência reuters (espanhol) sobre a luta contra a criminalidade: "La ley de control de armas tiene tres meses, pero creo que el foco principal deben ser las drogas. El arma viene con ellas. Una política de desarme desconectada a una de prevención de consumo de drogas está dirigida al fracaso," destacó Maia, quien cuenta con ingresos de 3.000 millones de dólares para Río.>"

Leiam o texto (em espanhol) completo no site da Reuters clicando aqui.



terça-feira, março 23, 2004

Ciclo de Palestras de Instrumentalização Política

A Juventude Cesar Maia, comprometida com a capacitação e desenvolvimento de quadros políticos conscientes e capazes apresenta a seus membros um Ciclo de Palestras de Instrumentalização Política, que vida agregar a nossos jovens instrumentos de ação política e capacitação pessoal.

A próxima palestra será dia 31/03, 19:00h, no Auditório gentilmente cedido pelo Partido da Frente Liberal - PFL, localizado a Rua Uruguaiana, 39 - 11º Andar. Será sobre Marketing na Política, conforme descrito ao final deste e-mail. .

As inscrições são gratuitas e serão aceitas até a sexta-feira imediatamente anterior a semana da palestra, exclusivamente através do e-mail ciclojcm@globo.com, constanto nome e telefone para contato. As vagas são limitadas e ao final do ciclo será expedido atestado de participação.



sábado, março 20, 2004

Atraso no JCM Semanal

A Juventude Cesar Maia gostaria de pedir desculpas aos leitores de nosso boletim pelos atrasos ocorridos. Os motivos são a mudança no nosso layout e, acima de tudo, a falta de tempo dos integrantes que são responsáveis pelo boletim. Devemos lembrar que é feita por voluntários e no tempo livre destes, já que todos trabalham ou estudam, se não fazem jornada dupla.


quinta-feira, março 18, 2004

Palestra Oratória e Técnicas de Fala

Hoje houve na sede do PFL/RJ a primeira palestra de uma série Ciclo de Palestra de Instrumentalização que a JCM está fazendo para seus membros e simpatizantes. A primeira foi de Oratória e Técnicas de Fala, tendo como palestrante Janderson Souza, Professor de Linguistica da UERJ e UGF. Contando com a presença de cerca de 40 pessoas, alguns tendo contato com o grupo JCM pela primeira vez, sem ser via virtual (a grande maioria recebe nosso boletim).

A palestra correu perfeitamente, sem nenhum problema e com excelente interatividade com as pessoas presentes. É válido ressaltar que o palestrante repetiu a importância de estar preparado, e que isso é raro na política. E a JCM vem tendo este diferencial, deixando claro a importância de preparar seus membros, através do estudo das políticas municipais e agora deste ciclo de palestras.

A próxima palestra será no dia 31 de Março, também quarta-feira, sobre Marketing.



segunda-feira, março 15, 2004

Comunicado da Coordenação

A coordenação da Juventude Cesar Maia está juntamente com Leonardo Coelho fazendo avanços em nosso site.
Juntamente com Paulo Rodrigues montando um manual para a criação de núcleos da JCM por nossa cidade.
Sugestões para nosso email.


sexta-feira, março 12, 2004

A PREFEITURA TAMBÉM É ESPECIAL


A Prefeitura do Rio, criou um espaço que reabilita, promove e inclui socialmente todas as pessoas portadoras de deficiências. O CIAD é uma iniciativa única da Prefeitura, que se dedica inclusive a dar apoio à família que convive com seus deficientes. 24 horas por dia.
Um lugar onde se desenvolve atividades de esporte e lazer, oficinas de arte e programas de reabilitação para crianças, amputados e deficientes visuais. E se insere no mercado de trabalho deficientes transitórios e permanentes. O CIAD ainda oferece quiosques de auto-atendimento do INSS, um centro cultural e um espaço multimídia. E o que é muito importante: dedicação e carinho.
É o nosso Prefeito trabalhando sem parar!

CIAD Mestre Candeira - Av. Presidente Vargas, 1997 - niafciad@pcrj.rj.gov.br.Ana Claudia Lusquiños é coordenadora da JCM


quinta-feira, março 11, 2004

Ciclo de Palestras de Instrumentalização Política

A Juventude Cesar Maia, comprometida com a capacitação e desenvolvimento de quadros políticos conscientes e capazes apresenta a seus membros um Ciclo de Palestras de Instrumentalização Política, que vida agregar a nossos jovens instrumentos de ação política e capacitação pessoal.

Serão ao todo 10 palestras, uma a cada duas semanas, com início no próximo dia 17 de março e com previsão de encerramento dia 28 de Julho deste ano, sempre as 19:00h, no Auditório gentilmente cedido pelo Partido da Frente Liberal - PFL, localizado a Rua Uruguaiana, 39 - 11º Andar. Nossa primeira palestra será sobre oratória e técnicas de fala, conforme descrito ao final deste e-mail.

As inscrições são gratuitas e serão aceitas até a sexta-feira imediatamente anterior a semana da palestra, exclusivamente através do e-mail ciclojcm@globo.com, constando nome e telefone para contato. As vagas são limitadas e ao final do ciclo será expedido atestado de participação.


Cesar Maia na Band

O Prefeito Cesar Maia estará no Fala Rio, no sábado às 9:30 da Manhã, na Rede Bandeirantes.


quarta-feira, março 10, 2004

Ônibus Escolar

Área reconhecida por todos como deficiente no setor de transportes, a zona Oeste agora tem motivos para comemorar, o motivo é a implantação pela Prefeitura do Rio de Janeiro, do sistema de condução gratuita para os estudantes e também para os responsáveis.

Serão mais de 20 mil alunos beneficiados por essa medida idealizada pela prefeitura do Rio para reduzir a evasão escolar, serão 118 ônibus, que circularão em 16 linhas, num total de 11.270 KM diários, de ida para escola e de volta para casa.

Para que o serviço seja o melhor possível, os motoristas e auxiliares de transporte de cada ônibus foram treinados para prestar atendimento especial aos estudantes.

São atitudes como essa que diferenciam os Administradores Públicos, o Prefeito César Maia demonstrou uma visão futuristica que, poucos administradores têm. Ao facilitar a frequencia dos alunos à escola, está-se preparando o País para um futuro melhor, só a educação é capaz de reduzir as desigualdades sociais, se houvesse mais pessoas estudando, certamente menor seria o nivél de violência, no País e consequentemente em nosso Estado, se tivesse mais escolas construidas não se precisaria de tantos presidios e de mais presídios ainda..


Wildember Cotts é membro da JCM


sábado, março 06, 2004

Como sobreviver a um escândalo

Meses atrás, Dick Morris -que se tornou conhecido por ter sido assessor de imagem de Clinton, ou marqueteiro, como se costuma chamar no Brasil- publicou seu quarto livro, "O Novo Príncipe" ("The New Prince"). Antes deste vieram "O Salão Oval", em 1997, "Vote.com", em 1999, e "Jogos de Poder", em 2002.

"O Novo Príncipe", ainda não publicado no Brasil, é leitura obrigatória para quem está no poder e sabe da complexidade que é a comunicação dos governos. Ela é muito mais difícil que o marketing eleitoral, mais delicada e mais sensível, por ocorrer dia a dia, todos os dias, e se inserir num universo extremamente diversificado de toda a mídia, de comunicação direta, de boatos, de opinião pública segmentada, de contracomunicação da oposição e dos insatisfeitos. Morris trata disso na parte 2 de seu livro, que chama "Governar".

A força de um escândalo é a sua importância política, ou seja, o quanto ele está vinculado às decisões de governo

Essa segunda parte se divide em 80 páginas e vários capítulos tratando de temas tão delicados como a necessidade de uma maioria cotidiana, exercício da liderança, agressividade ou conciliação, inércia burocrática, cuidar das costas/ controlar seu partido, cortejar a oposição, grupos de pressão, como arrecadar dinheiro e continuar sendo virtuoso, o mito da manipulação da mídia, como sobreviver a um escândalo etc. É este capítulo, "Como Sobreviver a um Escândalo", que me parece leitura obrigatória para todos os que acompanham com atenção a conjuntura das relações perigosas dos bingos e jogos eletrônicos na qual nos encontramos.
Morris inicia-o com uma assertiva: "Não há maneira de "ganhar" na cobertura de um escândalo. A única maneira de sair vivo é dizer a verdade, agüentar o tranco e avançar". E continua: "Depois, há que distrair a atenção do público sobre o escândalo, centrando-se em outros temas mais amplos de sua agenda". Se ele for ultrapassado.

O autor, a partir daí e com a vasta experiência junto à imprensa norte-americana no desencadeamento da divulgação de escândalos de todos os tipos, lembra que, quando se abre um escândalo, o repórter que o descreve tem munição guardada para os próximos dias e os editores fatiam a matéria, pedaço a pedaço, para produzir a cada dia uma nova revelação. Ou seja, de nada adianta querer suturar o escândalo com uma contra-informação no nascedouro da notícia, no veículo que a publicou, pois virão outras logo depois, desmoralizando a defesa. Sem esquecer que outros veículos entram para concorrer com fatos novos.

A chave, para Morris, é não mentir. Para ele, o dano de mentir é mortal. "Uma mentira leva à outra, e o que era uma incomodidade se aproxima da obstrução criminal da Justiça." Ele sublinha que a força de um escândalo é a sua importância política, ou seja, o quanto ele está vinculado às decisões de governo, pois as pessoas perdoam muito mais facilmente aqueles fatos que não têm relação com o ato de governar, como escândalos privados, de sexo, amantes, drogas... Morris diz que é sempre bom olhar e pesquisar bem a reação final do público em relação ao acusado. "Se os eleitores se mostram verdadeiramente escandalizados com o que dizem que você fez, é melhor que não tenha feito. Roubar dinheiro quase sempre não se perdoa."

Em outros tipos de escândalo, os eleitores se mostram menos intransigentes, mais suaves e compreensíveis. Ele divide a reação dos eleitores por faixa de idade. Os mais velhos são quase sempre os menos tolerantes com os escândalos de qualquer tipo. Os de idade intermediária, nascidos nos anos 50, tendem a ser mais flexíveis, especialmente com escândalos ligados a droga, sexo e outros tipos de comportamento privado. Os eleitores de 20 a 30 anos são conservadores, mas pragmáticos, e querem saber mesmo é da vida que suas próprias famílias levam, fixando-se mais no caráter da pessoa do próprio governante. Portanto, além da complexidade ao enfrentar um escândalo, a comunicação de governo sobre o que está ocorrendo deve ser, pelo menos, etariamente segmentada.

Da leitura de "O Novo Príncipe", especialmente da parte 2 e do capítulo sobre escândalos, uma conclusão pode se tirar para a nossa conjuntura: ou as autoridades de primeira linha do governo nada -absolutamente nada- têm a ver com as "waldomiralhas", ou o jogo está perdido. Se estiver perdido, e à medida que a pessoa presidencial nada tem a ver com isso, é bom que eventuais responsáveis sejam de fato -e não pró-forma- afastados de qualquer convivência governamental, por traição de confiança. Caso contrário, o próprio governo será contaminado e terá perdido precocemente a batalha de opinião pública e, conseqüentemente, a batalha política. Por exemplo: nenhum presidente sul-americano tem os deveres de casa econômicos tão bem feitos quanto o do Peru -reservas, inflação, crescimento- e, ainda assim, nenhum é tão mal avaliado quanto ele. O governo peruano se desfez numa ampla diversidade de escândalos, que passou por camas, drogas e outros quesitos. Eles foram sendo perdoados, até que chegaram aos cofres e foram empurrados como os escândalos anteriores. Nesse ponto o governo acabou: não podia, ou não queria, falar a verdade.
É recomendável aos governantes a leitura de "O Novo Príncipe". Custa menos e vale mais do que a maioria das assessorias e consultorias de publicidade, que ganham muito e produzem pouco para a imagem dos governos.


Cesar Maia, originalmente publicado em Folha de São Paulo




sexta-feira, março 05, 2004

Remédio em Casa

Iniciado em janeiro de 2002, programa da Prefeitura do Rio, já distribuiu cerca de 191 mil postagens contendo medicamentos, que já atenderam cerca de 100 mil pessoas, a procura pelo programa tem aumentado cada vez mais, só em fevereiro último o programa Remédio em Casa fez 21.704 entregas gratuitas de remédios.

O programa Remédio em Casa atende atualmente pessoas portadoras de diabétes e hipertensão, que se cadastraram em unidades da Secretaria Municipal de Saúde, com certeza o número de atendidos irá aumentar no decorrer desse ano, quando serão atendidos também,a portadores de doenças do coração, câncer, aids e epilepsia.

O Remédio em Casa é um programa pioneiro no país e está implantado em 104 unidades de saúde do Município. Antes de receber os medicamentos, os pacientes são avaliados e o prazo de recebimento dos remédios é fixado pelos médicos em períodos que variam de dois a seis meses, quando retornam aos consultórios para nova avaliação.

Entre as principais vantagens do programa estão a comodidade do paciente, a diminuição das taxas de abandono do tratamento e a diminuição do fluxo de pessoas nas unidades de saúde. Além disso, os medicamentos ficam estocados em uma farmácia dentro dos Correios, permitindo controle total do seu destino. Para receber os remédios, os pacientes devem se inscrever nos programas de diabetes e hipertensão da Secretaria Municipal de Saúde.

Somente uma administração voltada para o social, e que foca toda administração para trabalhar em prol da comunidade, pode realizar ações como essa, que facilitam a vida de muitas pessoas que, certamente abandonariam o tratamento por não ter condições de se locomover até uma únidade hospitalar


Wildember Cotts é membro da JCM


quinta-feira, março 04, 2004

Assinatura da JCM

Há uma forma muito fácil de você ajudar a JCM, é utilizando no final de sua assinatura o seguinte:



Amo o Rio. Sou Jovem. Sou Juventude Cesar Maia.
www.juventudecesarmaia.blogspot.com
www.fotolog.net/juvent_cesarmaia
www.juventudecesarmaia2004.com.br

Se você usa o Outlook Express, vá em ferramentas, opções, assinaturas, e pronto. Dessa forma você estará mostrando que integra nosso grupo de estudos e que é um jovem que ama sua cidade.


quarta-feira, março 03, 2004

Luta Contra a Obesidade

O Prefeito Cesar Maia em mais um ato contra a obesidade e outros vícios proibiu as propagandas de alcool, cigarro e alimentos próximo às escolas públicas e particulares do Município. Tal lei vem se juntar a proibição de alimentos fritos e gordurosos em cantinas de escolas.

Tais atos mostra que Cesar Maia tem uma visão de futuro, afinal, seus resultados serão sentidos daqui a 5/10 anos, quando tivermos jovens e adultos mais saudáveis. Diferentes de outros políticos, Cesar Maia, pensa no futuro de seus cidadãos.


terça-feira, março 02, 2004

JCM Semanl 009

No JCM Semanl desta semana



Editorial: Crítica Positiva é Sempre Bem-Vinda

" ... só se cresce por oposição, como as dunas de areia em oposição ao vento."



O Pensamento da JCM: Meio Ambiente é Compromisso Com o Futuro de Todos Nós

"...o carioca tem a disposição um dos pedaços mais bonitos da Cidade com uma infra-estrutura que permite a integração entre homem e natureza,"




JCMais/JCMenos: Emprego (Prefeitura)/Desemprego (União)



Bate-bola: Breno Arruda (Subprefeito do Centro/Supervisor da JCM)

" ...esse homem (Cesar Maia) é uma máquina de trabalho, ele não para, usa até o seu horário de cortar o cabelo, para tratar da administração pública"


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Weblog Commenting by HaloScan.com